Os Diretores do Leme Instituto

Francisco Lélio Leme Jr. com formação superior na área de Ciências Biológicas e Helen Lima Leme formada em Letras (Inglês/Portug.). Ambos formados em Terapia Corporal pela Escola e Clínica São Lázaro - SP 1995/97, 650 h/aula e 350 h/estágio supervisionado. Técnica Crânio Sacral pela escola Manipura - Centro di Terapie Naturali – Suíça, ministrado aqui no Brasil.

Ambos completam seus currículos com mais de quinze outros cursos de formação e atualização na área terapêutica corporal em diversas modalidades, legalmente registrados no Conselho Federal e Regional dos Terapeutas sob os números 24610 e 24609 respectivamente.

Fundadores do Leme Centro Terapêutico (1996) que se tornou em 2002, o CTF - Centro Terapêutico para Fibromialgia. Em 2005 eles inauguraram o LEME INSTITUTO TERAPÊUTICO, o qual incorporou o CTF, voltado ao desenvolvimento, pesquisa científica, atendimento terapêutico e, desde 2008, através de profissionais credenciados, a difusão da técnica que eles mesmos desenvolveram denominada cientificamente como Fibromioterapia® e institucionalmente como Lemeterapia®.

O casal acumula uma vasta experiência terapêutica em Fibromialgia e outros acometimentos semelhantes musculares- atualmente (2013) com mais de 10.600 clientes e perto de 32.000 sessões de atendimento tanto no Brasil como nos EUA (todo o ano de 2001).

O pioneirismo deles vem desde 97/98, quando atendiam grande número de clientes com sérias crises de dores musculares, principalmente com a Síndrome de Fibromialgia. Na época, eles perceberam que as técnicas que aprenderam e utilizavam não eram capazes de atender as necessidades reais destes casos.

A partir desta necessidade, eles resolveram pesquisar e desenvolver uma nova terapia que fosse mais suave, mais eficaz e principalmente não tivesse efeitos colaterais significativos. Através de muita pesquisa em bases científicas - National Library of Medicine (PubMed) EUA - grande determinação e autodidatismo disciplinado, eles conseguiram consolidar a Lemeterapia® como ela é hoje. E são justamente nestas bases científicas que eles têm ensinado e treinado outros profissionais da saúde.

Ambos escreveram em 2002 o Livro Lemeterapia – Você Pode Viver Sem Fibromialgia, Matty Editora, 108 pág. Esta obra é parte integrante da terapêutica dos casos de Fibromialgia. (Disponível hoje somente em formato digital neste site e esta obra se encontra na sua 6ª. edição)

Em 2005, os terapeutas realizaram um trabalho científico pioneiro orientado por médicos denominado: “Avaliação do Efeito de Dez Sessões de Fibromioterapia no Tratamento da Fibromialgia”. Tal trabalho deu resultados muito além das expectativas, com altos índices de melhora nos níveis de dor, redução de medicações, melhora na qualidade de vida, diminuição drástica nos atendimentos médicos ambulatoriais, entre outros.

Concluindo, os terapeutas Lélio e Helen Leme, autores da Lemeterapia® e diretores do Leme Instituto Terapêutico, são pesquisadores independentes que se sensibilizaram principalmente com a difícil situação dos que têm Fibromialgia.

Sendo assim, eles direcionaram as suas vidas por mais de uma década, inclusive investindo maciçamente sem ajuda de nenhuma instituição ou governo, em prol do desenvolvimento, aplicação e agora difusão desta inovadora terapia através de unidades credenciadas.

Segundo a opinião de vários especialistas, inclusive de médicos, o trabalho destes terapeutas inovadores terá cada vez mais ampla aplicação nos meios científicos para tratar os acometimentos que as estatísticas afirmam ser os acometimentos que mais provocam dor crônica nos seres humanos: os Reumatismos Extra-articulares e principalmente a Fibromialgia.